Diálise bem controlada

Relatório de caso

Dados do paciente

Dados do paciente

Idade: 62 anos
Gênero: feminino
Altura: 1.66 m
Peso inicial: 86,20  kg
IMC inicial: 31.40 kg/m²


Histórico médico / diagnóstico

Histórico médico / diagnóstico

Uma mulher de 62 anos de idade com insuficiência renal crônica passou pela diálise durante oito anos. Como parte do procedimento, o peso seco teve que ser determinado regularmente. A pesagem simples permite determinar a água removida, mas não havia forma de saber se as definições para o paciente estavam corretas – o quão “seco” o peso seco realmente era. Isso inclui a questão de verificar se a taxa de hidratação após a diálise estava na faixa normal. Para isso, é necessário determinar a composição corporal com o auxílio do seca mBCA.


Gráficos dos resultados da medição

Gráficos dos resultados da medição

Peso
A redução de água graças à diálise pode ser determinada no gráfico de peso.

  • Antes: 87.55 kg
  • Depois: 86.20 kg

 

Graphs of measuring results

Água extracelular

Os resultados da água extracelular mostram a redução esperada.

  • Antes: 18.70 litros
  • Depois: 17.40 litros

Graphs of measuring results

Análise vetorial de impedância bioelétrica (BIVA)

A BIVA mostra que a diálise está corretamente definida para atender a paciente. O fato de que a paciente está na faixa normal de BIVA significa que a redução de água / peso seco pode ser classificado “seco”. 


Resumo

Resumo

A medição do gráfico para a paciente mostra que além de determinar o peso seco, também é importante determinar a composição corporal. A BIVA mostra que o peso seco medido realmente pode ser considerado seco, visto que o paciente está na faixa normal. A definição da diálise pode assim ser considerada correta.

A medição do seca mBCA permite que o peso seco seja classificado. Neste caso a BIVA mostra que a definição da diálise está correta, visto que o paciente está na faixa normal.


Diálise malsucedida

Relatório de caso

Dados do paciente

Dados do paciente

Idade: 58 anos
Gênero: masculino
Altura: 1.82 m
Peso inicial: 111,30 kg kg
IMC inicial: 33.50 kg/m²


Histórico médico / diagnóstico

Histórico médico / diagnóstico

Um homem de 58 anos de idade com insuficiência renal crônica passou por diálise durante quatro anos. Como parte do procedimento, o peso seco teve que ser determinado regularmente. A pesagem simples permite determinar a água removida. O próximo objetivo agora seria abordar a questão de se o peso seco pode ser considerado realmente “seco”. Para ser possível fazer uma afirmação neste caso, é necessário determinar a composição corporal com o auxílio do seca mBCA.


Gráficos dos resultados da medição

Gráficos dos resultados da medição

Peso
A redução de água graças à diálise pode ser avaliada com o gráfico de peso.

  • Antes: 112.75 kg
  • Depois: 111.30 kg

 

Graphs of measuring results

Água extracelular

Os resultados da água extracelular mostram a redução esperada.

  • Antes: 25.60 litros
  • Depois: 24.40 litros

Graphs of measuring results

Análise vetorial de impedância bioelétrica (BIVA)

A BIVA mostra que a diálise ainda não foi definida corretamente para se ajustar ao paciente. O fato de que o paciente está no limite externo da faixa normal da BIVA significa que a redução de água / peso seco ainda não pode ser classificada como “seco”.


Resumo

Resumo

A medição do gráfico para o paciente mostra que além de determinar o peso seco, também é importante determinar a composição corporal. A BIVA pode ser usada para mostrar que o peso seco medido ainda não pode ser considerado seco, visto que o paciente ainda está no limite externo da faixa normal do gráfico da BIVA.

A medição do seca mBCA permite que o peso seco seja classificado. Neste caso a BIVA mostra que a diálise ainda não foi definida corretamente, visto que o paciente está no limite mais externo da faixa normal.