Perda de peso saudável

Relatório de caso

Dados do paciente

Dados do paciente

Idade: 57 anos
Gênero: masculino
Altura: 1.54 m
Peso inicial: 99.25 kg
IMC inicial: 41.80 kg/m²
Peso final: 67.85 kg
IMC final: 28.60 kg/m²


Histórico médico / diagnóstico

Histórico médico / diagnóstico

Um homem de 57 anos de idade com diabetes tipo 2 e síndrome metabólica veio para o aconselhamento nutricional com o objetivo de perder peso e melhorar a saúde. Além da metformina para regular o nível de açúcar no sangue, o paciente também teve que receber Vocado e Bisoprolol para reduzir a pressão sanguínea. A dieta foi alterada para uma dieta de combinação de alimentos para redução calórica e foi combinada com um nível maior de atividade diária seguido de retorno ao trabalho após o afastamento prolongado por doença (hérnia de disco).


Gráficos dos resultados da medição

Gráficos dos resultados da medição

Peso
O peso foi reduzido em 31,00 kg em apenas um ano. A perda de peso foi contínua.

 

  • 07.11.12: 99.25 kg
  • 09.01.13: 91.85 kg
  • 13.03.13: 83.90 kg
  • 11.09.13: 67.85 kg

 

Graphs of measuring results

Gordura corporal
A porcentagem de gordura corporal foi progressivamente reduzida ao longo de todo o período. O ponto de medição final está na faixa normal

  • 07.11.12: 43.00 %
  • 09.01.13: 38.00 %
  • 13.03.13: 33.00 %
  • 11.09.13: 21.00 %

Graphs of measuring results

Massa muscular esquelética

A massa muscular esquelética também diminuiu ao longo de todo o período, mas se comparada à gordura corporal, apenas menos de 3,00 kg de massa muscular esquelética foram perdidos. Contudo, com uma perda de peso total de 31,20 kg, isso pode ser praticamente descartado.

  • 07.11.12: 28.75 kg
  • 09.01.13: 28.85 kg
  • 13.03.13: 27.70 kg
  • 11.09.13: 26.60 kg

Graphs of measuring results

Gráfico de composição corporal (BCC)

A redução da gordura corporal também é facilmente observada no BCC. O paciente começa fora da faixa normal na área de obesidade. Os pontos de medição gradativamente atingem a faixa de massa muscular elevada. A massa livre de gordura (massa muscular esquelética, água corporal total) dificilmente cai, ela foi praticamente preservada.


Resumo

Resumo

A redução de peso possibilitou a redução da medicação, melhoria da situação metabólica e assim atingir o objetivo da terapia. A medição da composição corporal usando o seca mBCA sublinha o avanço positivo do tratamento. A redução de peso ideal fica especialmente clara no gráfico de composição corporal (BCC). O paciente perdeu 31,00 kg em apenas um ano. Essa perda de peso foi acompanhada por uma perda comparativamente pequena de massa muscular esquelética (2,80 kg) e uma drástica redução de gordura corporal relativa (22,30 %). A pequena perda de massa muscular esquelética e a significativa perda de gordura corporal torna possível falar de perda de peso saudável nesta situação.

O paciente foi capaz de melhorar sua situação metabólica por meio de uma redução de peso saudável em termos de gordura corporal (algo que pode ser avaliado usando o mBCA).



Perda de peso prejudicial à saúde

Relatório de caso

Dados do paciente

Dados do paciente

Idade: 37 anos
Gênero: feminino
Altura: 1.76 m
Peso inicial: 146.40 kg
IMC inicial: 47.30 kg/m²
Peso final: 125.70 kg
IMC final: 40.60 kg/m²


Histórico médico / diagnóstico

Histórico médico / diagnóstico

Uma mulher de 37 anos de idade com diabetes tipo 2 e excesso de peso grave (IMC 47,30 kg/m²) tem valores de glicohemoglobina (HbA1c) elevados: 9,50 %. Durante um exame clínico de rotina de diabetes, a paciente foi aconselhada a aumentar a sua atividade física enquanto simultaneamente alterava seus hábitos alimentares, com o objetivo de normalizar o seu valor de HbA1c através disso.


Gráficos dos resultados da medição

Gráficos dos resultados da medição

Peso
A paciente perdeu mais de 20,00 kg em menos de 2,5 meses.
 

  • 04.12.12: 146.40 kg
  • 14.01.13: 131.70 kg
  • 26.02.13: 125.70 kg

Graphs of measuring results

Gordura corporal
Contudo, a porcentagem de gordura corporal caiu discretamente de modo geral, até mesmo aumentando discretamente entre janeiro e o fim de fevereiro.
 

  • 04.12.12: 46.70 %
  • 14.01.13: 45.50 %
  • 26.02.13: 45.70 %

 

Graphs of measuring results

Massa muscular esquelética

A massa muscular, por outro lado, caiu consideravelmente. Durante a perda de peso, a massa muscular reduziu em 6,60 kg, o que responde por pouco menos de um terço da perda de peso total de 20,70 kg.
 

  • 04.12.12: 47.50 kg
  • 14.01.13: 42.10 kg
  • 26.02.13: 40.90 kg

Graphs of measuring results

Gráfico de composição corporal (BCC)

O BCC mostra claramente que não foi possível melhorar a composição corporal ao longo do tempo e que a perda de peso foi considerada prejudicial à saúde. Os pontos de medição movem-se mais para a esquerda (redução de FFM) na direção da baixa massa muscular ao invés de para baixo (redução de FM).


Resumo

Resumo

O objetivo da terapia foi atingido através da redução do valor de HbA1c.

A medição da composição corporal com o seca mBCA, contudo, mostra que a perda de peso foi muito rápida e deve ser classificada como prejudicial à saúde devido à perda considerável de massa muscular. A redução da taxa metabólica basal associada a isso apresenta um risco de recuperação rápida de peso (efeito sanfona). O seca mBCA é assim a ferramenta de monitoramento ideal para descobrir essas irregularidades nos casos em que a terapia parece ter sido bem sucedida.

As informações obtidas a partir deste exemplo são de que o foco do objetivo da terapia deve ser levado além do valor de HbA1c. Para um tratamento contínuo, a questão da manutenção da massa muscular, p.ex. aumento de atividade, precisa ser considerada além da alteração dos hábitos alimentares.

A medição da composição corporal ao longo do tempo com o seca mBCA permite que a perda de peso prejudicial à saúde seja descoberta; isso permite a correção com as medidas apropriadas conforme o tratamento avança.